Esse Site Esta Desativado por Tempo Indeterminado.

Eu Sueli Schmitt, mudei para os EUA em 2008 com minhas duas filhas menores. Apesar de ser formada em Moda no Brasil e ter 10 anos de experiencia na area trabalhando com confecção, eu nunca consegui um emprego remunerado na area de moda em Nova York. Aliás, deixa eu deixar claro a todos os mal informados, eu não moro em Manhattan, não tenho um apartamento na 5th Avenida e nem vivo na Times Square fazendo selfie dos outdoors. Eu moro no suburbio, ha quase duas horas de distancia de Manhattan. Moro numa cidade pacata, que voce nunca ouviu o nome, uma cidade pequena onde o Judas perdeu as botas e onde pessoas que amam cidade grande tipo São Paulo ou Manhattan, ou Rio de Janeiro, como eu por exemplo, entram em depressão porque essa cidade onde eu moro é uma cidade dormitório não tem absolutamente nada aqui. O shopping esta sempre as moscas e nunca tem ninguem na rua, voce tem que ter carro pra ir pra todo lugar. Nao ha empregos e as mães ficam em casa cuidando dos filhos porque baba não tem por aqui.

Então, eu cheguei aqui em 2008 com minhas duas filhas e 14 malas e dei de cara com a queda da bolsa de valores americana, o estouro da bolha imobiliaria e me vi com uma mão na frente e outra atrás dependendo do meu marido americano que não é rico nem milhionário nem imprime dinheiro no porão, mas trabalha 10 hrs por dia pra garantir nosso pão de cada dia.

Nos EUA e no Brasil, dinheiro não nasce em arvore, nem sai do caixa eletronico só porque voce apertou o botão sacar. E preciso trabalhar pra ter dinheiro naquela máquina, se não não sai nada.

Então eu fui fazer a unica coisa que eu sabia fazer, tirar foto de vitrine de loja e vender desenho free lancer pro Bras e pro Bom Retiro em São Paulo, onde eu conhecia várias pessoas que podiam comprar meus serviços, o que funcionou por alguns meses, mas voce sabe, com a internet a mil por horas e tudo sendo traduzido no ato e com os blogs publicando tudo em tempo real, quem precisa de free lancer ou de foto de vitrine não é? Por isso meu site se chamava FashionSpill (espalhando moda), a idéia foi ótima mas só durou alguns meses. Ah! Sim fiz muitos videos para blogs, revistas e escrevi pra tudo quanto era site, nunca recebi R$1 Reail por meus artigos ou videos. Isso se chama self-promotion, quando voce se auto promove na tentativa de que algo vai acontecer.

Entao eu resolvi usar minha paixão por historia e fui estudar a historia americana, não, não fui pra nenhuma faculdade de luxo não, eu fui pra biblioteca e emprestei todos os livros e filmes possiveis em Ingles, (parenteses, o Ingles eu aprendi sozinha, também não fui a nenhuma escola não), também comprei livros usados na Amazon, e ai fui visitando os lugares e criando artigos, mais de 2 mil artigos, tudo por conta propria da minha cabeça. Não copiei uma unica palavra de ninguem.

Meu blog foi ganhando visibilidade e o boca a boca de pessoas que me contrataram serviu de ancora pra eu fazer tours de Marco a Novembro de 2009 a 2014.

Tempo suficiente pra muita gente ter a mesma ideia e fazer a mesma coisa, ai onde tem competição tem menos trabalho né?

A diferenca é que eu tirei a licensa, uma coisa simples, voce tem que acertar 180 questões sobre história americana em 2 horas, também é bem barato, apenas 50 dolares pra fazer o teste. OK Passei no teste.

Os tours sempre foram algo que eu amava fazer, conhecia pessoas queridas, familias lindas, amaveis, e eram como se fossem meus amigos. E esse dinheiro ajudava  a pagar as despesas das minhas filhas, porque o padrasto não tem obrigação de pagar 100% das despesas das minhas filhas e eu não sei depender de ninguém.

Só que em 2014 após a Copa no Brasil, algo terrivel aconteceu, começou uma crise no Brasil, a corrupção da Tia Dilma e do Tio Lula vieram a tona e o Brasil entrou em crise, os turistas sumiram. O dolar foi a $4,17 e as poucas pessoas que se arriscavam a viajar preferiram ir a Miami. Os que ainda assim vieram a Nova York, decidiram que não precisavam de guia turistica, pra que pagar pelo meu serviço com tantos mapas, blogs, revistas e sites falando de Manhattan em portugues 24 hrs por dia, não é mesmo?

Então no começo de 2015 eu parei de escrever o blog. Sim porque uma coisa que eu sempre valorizei foi fazer um blog sem copiar nada de ninguem e sem usar propaganda. Mas se não tinha mais tours, se não tinha mais clientes pra me contratar pra que ficar escrevendo e gastando dinheiro já escasso indo nos lugares e dando informação de graça?

Meu blog nunca pagou um centavo de dinheiro pra mim, nunca cobrei nada de ninguem pra escrever sobre um restaurante ou uma loja, sempre fiz tudo por conta propria pra não ficar refém de ninguem. Gosto de dar opinião sincera sem dever favor e sem ter de mentir que ótimo só porque alguém pagou por aquela materia. Os meus mais de 2 mil artigos são todos sem nenhum vinculo financeiro com a empresa ou local que eu escrevo.

Então em meados de 2015 meus tours acabaram, pra piorar,  a crise americana muito bem disfarçada e maquiada na midia brasileira que não diz que aqui temos mais de 40 milhões de americanos vivendo abaixo da linha da pobreza, que em Long Island onde moro existe milhares de casas abandonadas porque as pessoas não conseguem pagar os custos de seguros e impostos faz com que as pessoas continuem atravessando o Mexico pra vir buscar a sorte aqui e quando chegam vão direto pra fila do Social Security pedir ajuda pra sobreviver e aumentam o buraco da crise americana com desempregados, refugiados e pobreza.

O que a midia brasileira faz é pagar de besta e mostrar um EUA maravilhoso perpetuando na mente do brasileiro ignorante que nos EUA tudo é facil, lindo e perfeito.

Aqui nos EUA advogado e médicos e outros profissionais formados trabalham na starbucks ou fazem serviço de babyssiter porque não tem emprego dando sopa pra ninguém. Não se engane com Facebook, Amazon, Apple, Google e Microsoft são apenas 5 exemplos de sucesso, e eles não produzem nada nos EUA, é tudo feito na China, contra 320.000.000 milhões de americanos que não te a mesma sorte de ser donos de nenhuma dessas empresas mencionadas e sobrevivem com $10.00 Dolares a hora trabalhada sem férias, nem 13º nem seguro desemprego.

Ainda assim, descobri recentemente que pelo simples fato de morar nos EUA automaticamente sou taxada de rica, folgada, boa vida, bem sucedida etc.

O que mais me espanta é que esses julgamentos vem de Juiz e Advigados pessoas que voce espera que tenha mais conhecimento e saibam julgar baseado na lei e não nas aparencias e em crendices de papai noel.

Ver um juiz brasileiro negar a justiça gratuita a uma mãe apenas pelo fato de que ela mora no exterior é revoltante, porque isso implica um julgamento baseado em aparencias e não em realidade. Essa decisão é terrivelmente constrangedora a nosso pais e a qualquer pessoa que trabalha arduamente pra pagar as despesas de suas filhas seja no Brasil, no exterior ou na PQP.

Vindo do sistema juridico brasileiro, o que mais podemos esperar além de corrupção?

Negar a justiça gratuita a uma mãe sem nenhuma prova de seus rendimentos ou de como ela vive apenas baseado no fato de que ela vive nos EUA é um absurdo vindo de um Juiz, e é assim que tem sido nos últimos anos todas as vezes que recorro a justiça brasileira.

Quando um ex marido vai a a justiça e fazer um pedido de diminuição de pensão pelo fato de que a mae moro nos EUA e porque uma filha tem 19 anos que "pode trabalhar para se sustentar" segundo as palavras do pai!", que pai e esse?

Sim, essa filha de 19 anos, é uma pessoa incrivel, ela é tão maravilhosa e inteligente que nos 2 últimos ano de colegial, ela escolheu 27 classes com peso para serem aceitas na faculdade. Durante os 2 ultimos anos do High School, ela estudou feito louca pra conseguir o maximo de créditos e bolsa de estudo possivel porque ela sabe que o padrasto e a mãe não tem condições de pagar uma faculdade e ela sabe que o pai biológico, jamais dará um unico lapis para ela usar em sala de aula, assim como nunca deu desde o dia que ele resolveu ir cuidar da vida dele com seu parceiro deixando a mãe com 2 filhas pequenas e dividas para pagar.

Essa filha incrivel nunca recebeu um unico cartão, ou um vestido, um batom, ou um alo, voce esta bem, como foi na escola, passou na prova etc....

Essa filha maravilhosa de 19 anos, não tem como trabalhar pra se sustentar porque ela foi aceita em 9 faculdades americanas e devido a seus créditos e notas escolares, ela cursará 4 anos em 3.

Isso mesmo, ela irá direto para o 2º ano da faculdade de medicina.

Enquanto o pai biológico diz pra filha de 19 ir trabalhar se quiser dinheiro, eu me pergunto, e ele com seus 44 tem feito o que desempregado e com diploma de arquiteto? Ai que vergonha.

Excelentissimo Sr. Juiz, conceder justiça gratuita ao pai, mas se recusar a dar justica gratuita para a mãe,  que cuida das filhas e uma decisao justa? Leva em conta a necessidade das menores?

Como mae vejo essa decisao como punicao pelo fato de que moro no exterior. Sera que a mae e condenada a viver em um porao depois que se separa para ter direito a pensao das filhas?

Uma mae nao pofe trabalhar honestamente que ja e considerada autosuficiente pra cuidar dos filhos e deixar o pai livre pra fazer mais filhos ou ir tomar cerveja na praia ou viver a vida dela enquanto a mae e mae 24 hrs em duas ou tres jornadas de trabalho e casa e filhos?

Eu espero que meu ex marido queime no fogo do inferno com banhos de sal e alcool por cima das queimaduras para se lembrar de todas as dificuldades que ele impos as suas filhas desnecessariamente.

Quando se divorciou, ao assumir sua identidade, o pai biológico, sumiu. Por 3 anos, ele não era encontrado em lugar nenhum. Essa estratégia de sumir é muito usada por pais irresponsáveis e mau caráter que não querem pagar pensão e abandonam os filhos. Nesses 3 anos, como eu já fazia antes também, ja que o pai biologico vivia desempregado ou de trabalhos esporadicos sempre se valendo do fato que a esposa tinha emprego, trabalhei, passei fome, varei a noite fazendo free-lancer de moda, mas consegui sempre ter comida no prato pelo menos pras minhas duas filhas mesmo que fosse somente um ovo frito para cada uma, ou macarrão com sardinha, uma receita que até hoje eu faço em casa.  Paguei as dividas do meu ex marido deixadas em meu nome porque os credores sabiam onde eu morava e eu prezo não dever nada a ninguém.

Então em 2008, eu tive a oportunidade de mudar pros EUA, qual mãe, ou mulher não agarraria essa oportunidade com as duas mãos tendo ela duas crianças pequenas que precisam de proteção e cuidados?

No meu caso, a sorte parecia ser grande de mais para ser verdade. Casei com uma pessoa honesta, adorável, bondoso, gentil e disposto a criar minhas filhas de forma participativa como pai. Deus tinha respondido minhas orações porque tudo o que eu menos queria na vida era ver minhas filhas crescerem sem pai, sem uma presença masculina como aconteceu comigo.

Meu pai abandonou minha mãe com 5 filhos quando eu tinha 13 anos, e eu fui obrigada a trabalhar pra sustentar meus irmãos até os 19 anos quando casei com um impostor que me usou pra esconder quem ele era. Aos 19 anos casei com uma pessoa que se fingia ser cristão, achei que iria fazer uma familia minha, que iria viajar, ser amada e protegida. Só Deus sabe o que passei, mas isso é outra história.

Como cresci sem pai, não queria o mesmo para minhas filhas e nisso Deus me deu um marido incrivel que tem aguentado a barra de todas as bombas que são jogadas no nosso colo.

Voltando aos EUA, quero novamente apontar o sistema juridico brasileiro e a pouca vergonha que é, estive em uma audiencia, onde o juiz virou pra mim e disse: A senhora vem la dos EUA pra pedir pensão pro seu ex marido"?

Não senhor Juiz mal informado, eu não vim dos EUA pedir pensão pro meu ex marido, estou aqui para defender o direito das minhas filhas a pensao e uma ajuda de custos para elas nao ora mim. Aliás não há no Forum brasileiro um unico processo onde eu peça pensão ao meu ex- marido para mim mesma. Há um acordo assinado durante o divórcio quando eu morava e trabalhava no Brasil,  acordo esse mal feito porque minha advogada recém formada não fez uma boa preparação do divórcio e estipulou um valor fixo em vez de um valor baseado em salário minimo. Eu apenas pedi que a justica brasileira garantisse que minhas filhas recebam os $500,00 Reais estipulados na sentença de divórcio atualizados pelos valores atuais, nao pedi aumento nem pedi nada para mim.

E um direito delas, e um dever do pai que se fosse homem e tivesse vergonha na cara, pagaria as pensões em dia em vez de obrigar a mãe a ir a justiça pedir a prisão do mesmo por falta de pagamento de pensão.

Dai voce chega na frente do juiz e ve seu ex marido vestido como mendigo pra se fazer passar de pobre e conseguir justiça gratuita e ainda dizer que não paga pensão porque esta desempregado! A mesma desculpa de sempre. Como ele sobrevive?

Desde quando um pai saudavel, formado em Arquitetura e que tem um parceiro bem sucedido não tem condições de pagar as pensões das filhas? !

Ai pra acabar com a audiencia, ainda escuto a advogada (advogada mulher que defende pai que não paga pensão, que respeito essa pessoa merece? E quando ela for mae e tiver um marido que nao queira pagar a pensao, sera que ela vai usar a justica ou vai conceder desconto ao ex se ele estiver alegando desemprego?), ainda escuto a advogada do meu ex dizer que meu ex marido deveria pedir pensão pra mim!

Em 2014 descobri que meu ex esposo estava movendo um processo de ajuste de pensão desde 2010, o qual não era de meu conhecimento. Em 4 anos, ele falou comigo em dezenas de ocasiões, discutimos assunto das filhas, fui ao Brasil levar as crianças pra ele ver, etc. E ele nunca, nem por um segundo me disse que tinha uma ação contra mim para reajustar pensão a menor! Descobri por acaso ao digitar meu nome no Google que havia uma ação julgada porque eu vivia em local incerto!

Incerto???! O meu ex marido sabendo onde eu moro e tendo meu endereço em vez de me avisar que iria entrar com um processo de reajuste de pensão para diminuir o valor de 1.6 salarios, preferiu ficar 4 anos calados até que o processo fosse julgado em favor dele sem que eu tivesse o direito a defesa. Nesse meio tempo o Juiz nomeou um procurador publico, ou algo assim que estava se lixando pros direitos das filhas menores e agraciou o pai com justiça gratuita e com a redução da pensão para 35% de seu salário que ele apresentou como sendo bem abaixo do que ele realmente recebe! Um jogo de mestre, voce muda um valor fixo pra uma porcentagem do salário, dai voce apresenta um salário baixo ou diz que esta desempregado enquanto deposita o dinheiro de seus projetos na conta do parceiro e fica como se estivesse sem dinheiro. Eu me pergunto, o que um homem saudavel com experiencia em arquitetura faz dentro de casa o dia todo que não sai a rua para desenhar uma planta a algum cliente?

Voce sabe como funciona isso não é?

Seu chefe paga X na carteira e XXXX por fora em dinheiro. Quem não conhece essa realidade no Brasil? Pois é, meu ex se safou de novo.

Então cansei gente, cansei de ser julgada, punida e castigada pelas aparencias, cansei de ter advogado, juiz e até minha familia me pedindo coisas e achando que sou o BNDS.

Cansei de ser estuprada financeiramente pelas pessoas porque a cada vez que vou no Brasil, ou que vou na cidade onde minha mãe mora, eu escuto: Nossa voce mora nos EUA? Ai voce pede uma coxinha e o preço é R$30,00 Reais, porque a pessoa pensa que seu dinheiro brota da torneira so porque voce mora fora.

Voce diz que faz tours e a pessoa arregala os olhos e pensa que voce e dona de uma agencia de viagens a la Dona Stella, so que poucas pessoas iriam querer ficar horas no aeroporto de madrugada, na neve, no calor, no frio, carregando mala até sua costa estourar e dizer que isso e glamouroso.

Cansei de ser estuprada financeiramente por pessoas sem escrupulos. Perdi o tesão, perdi a graça, perdi a vontade até de viver.

E com grande tristeza que tiro o site do ar por tempo indeterminado, porque eu não ganho um centavo com esse site, não há nenhuma renda proveniente dele, então pra que deixar o site no ar se isso serve pras pessoas acharam que estou ganhando dinheiro de algo que não esta me sustentando?

E ai voce pergunta o que eu estou fazendo agora pra sobreviver?

Estou cuidando da casa, das filhas e tentando sobreviver com o pouco que temos. Estou lutando pra salvar a casa onde eu moro que não é minha, e não me pertence porque foi comprada com dinheiro do meu marido americano então essa casa é 100% dele, e foi seriamente danificada quando fomos atingidos pelo furacão SANDY, quando perdemos tudo que tinhamos no 1º andar da casa, desde então nossa vida tem sido bem complicada.

Atualmente nossa casa esta condenada e por isso moramos em um trailer, não sei até quando, talvez até ganharmos na loteria, ou talvez até o dia que o banco leiloar o imóvel e nos declarar pobres de marre deu fim.

Moro em um trailer e pago aluguel. Não tenho nada no meu nome, nem mesmo um carro porque eu faço liasing do carro, mas ainda assim, o Excelentissimo Sr Juiz acha que sou bem sucedida e rica porque eu moro nos Estates.

Vivo como a maioria das pessoas vive, com pouco e com as bençãos de Deus.

Ao meu ex marido que me le nesse momento, eu ficarei esperando pela justiça de Deus porque ele irá fazer voce pagar por todas as dores, lagrimas, mentiras, falsidades e punhaladas que voce tem infringido em mim e nas minhas filhas pelo simples prazer de ser uma pessoa maligna, psicopata, mentirosa e fraudulenta.

Esse individuo, infelizmente pai das minhas filhas, é um monstro, que passa os dias procurando fatos e fotos na internet pra juntar em processo alegando que sou rica, que fui no McDonalds, no Fridays ou no AppleBees em plena Manhattan como se isso fosse algo carissimo e impossivel de ser feito por outro cidadão.

Nao posso nem divulgar meu trabalho porque ele ja usa isso pra dizer olha la ela esta trabalhando e esta ganhando bem pronto nao preciso pagar mais nada pras criancas.

PQP, eu moro aqui, eu vivo aqui, e não tenho o direito de postar uma foto ou escrever sobre um acontecimento porque isso já é motivo de dizer que sou rica.

Ai voce pode dizer, poxa, então recuse a pensão do ex marido! Voce esta certo, mas a pensão não é pra mim, é um direito das crianças e eu nunca vou dar essa alegria ao meu ex marido de deixa-lo livre da pensão das filhas que ele abandonou porque deve ser terrivel se lembrar todo mes que ele tem 2 filhas que são amada, querida, protegida e que tem vergonha das atitudes do pai que tem.