Brazil em evidencia nos jornais dos EUA.

| December 4, 2009 | 3 Replies

Aqui em NY existe a expressao “Don’t Burn the Bridge” que significa, “nao queime as pontes”, ou nao feche as portas.
Essa semana essa expressao fez grande sentido para mim. Visitando algumas empresas de Moda em NY, o assunto da semana era Economia, Tiger Woods (jogador americano que foi pego traindo a esposa) e claro Brazil. Fico orgulhosa de falar do mercado de moda no Brasil, das confeccoes onde trabalhei, da cultura e de tantas outras riquezas que temos e as vezes nem nos damos conta.
Sao nessas horas que surgem as oportunidades, os convites, as possibilidades de negocios com o Brazil, afinal eu moro em NY e as empresas de moda Americana produzem tudo na China, na India, no Mexico e outras dezenas de paises, entao porque nao produzir no Brazil?
Nessa hora a respostas e triste, doi, mas e verdadeira. As empresas americanas nao querem fazer negocios com o Brasil (pelo menos na area de producao de moda, acrescente desvalorizacao do Dolar, taxas de importacao-exportacao) uma, porque eles desconhecem o Brazil, desconhecem nosso potencial e outra porque o pouco que sabem do Brasil e sobre futebol, Rio de Janeiro, sobre o Jesus Luz (namorado da Madona) e sobre o quanto o Brasileiro nao cumpre com o que fala, promete e nao faz. Nesse ponto eu fico quieta. Alias fico ate com medo de fazer indicacao. Penso na mentalidade tupiniquinin de muitos empresarios e nao tenho coragem de indicar empresa nenhuma. Essa semana em uma conversa sobre sites, um dos empresarios mencionou o custo do desenvolvimento do site deles em 3 idiomas e a oferta de servicos dentro do site deles, alem e claro de mencionar o absurdo do preco de se fazer o site em NY ja que o precoe  cobrado por hora (cerca de 100,00 dolares a hora). Nessa hora pensei no web designer de SP que recebeu meu dinheiro, prometeu fazer meu projeto, disse que ja estava fazendo… e ao final de 3 meses, disse que nao dava pra fazer como eu queria a nao ser que eu pagasse mais. No fim, nao fez o que prometeu e ainda nao devolve meu dinheiro. Voces acham que eu seria louca de indicar uma empresa pra fazer um projeto de tamanha importancia com uma empresa americana? NAO.
Pensei nas confeccoes que visitei em Abril, Julho e Agosto de 2009 em SP, levei varias pecas pilotos para eles desenvolverem, mesmo ligando todos os dias e recebendo varias promessas. No fim so uma empresa cumpriu com a data, qualidade e atendimento que eu precisava. As outras nem a modelagem fizeram e ainda tive o custo de ir ate a confeccao buscar minha peca piloto, porque nem isso eles fizeram a gentileza de mandar entregar no hotel. O pior foi ouvir um dos empresarios dizer que estava ocupado com a colecao nova da Planet Girl. OK,  o empresario estava preocupado em fazer as pilotos de uma marca local, deixando de ao mesmo tempo abracar uma oportunidade maior. O que dizer de outro empresario que fabrica camiseta polos no Bras e costuma dizer que o Tal, o maior, o bambamba, disse que as minhas camisetas era “nada” (tipo isso ai e facinho, moleza), que ele fazia aquilo numa tarde, que o pessoal dele era fera, que ele vende pras empresas que ele escolhe… apos tanta propaganda, o tal empresario nao so nao fez minhas pilotos, como disse que os bordados das minhas pecas ia custar caro e ele estava desenvolvendo colecao nova naquele momento, os bordadores dele estavam ocupados!
Enfim, esses sao exemplos de empresarios que se acham, que falam de mais, promete de mais mas sao incompetentes, desqualificam o trabalho de varias empresas competentes e ainda por cima dao ma fama ao Brazil.
Esse tipo de atitude se chama queimar a ponte, fechar as portas, tanto da empresa incompetente em gerenciar novos desafios, despreparada para o mundo globalizado, como para outros.
Da proxima vez que voce se comprometer em fazer alguma coisa, pense duas ou tres vezes se sua empresa realmente tem condicoes de fazer o servico. Quando alguem lhe trouxer um projeto, pense global, porque quando voce pensa local, voce pensa micro. A pessoa que voce prejudicou ou deixou de atender hoje fazendo pouco caso, pode ser a oportunidade da sobrevivencia do seu negocio amanha.
Com certeza eu jamais indicaria as empresas que agiram com pouco profissionalismo comigo nos 12 anos que trabalhei em SP, mesmo que elas facam um excelente trabalho para outras marcas de SP, ainda assim, se nao me atenderam bem uma vez podem nao atender bem o cliente que eu represento e meu Nome vale muito no mercado.
E o seu nome, o seu negocio quanto vale? Onde voce quer estar daqui 5 anos? Pra quem voce quer produzir? Pense em quantas pontes voce ja queimou fazendo mal negocios, prometendo e nao cumprindo.
O Brazil esta em evidencia, mas falta muito pra industria de moda atender o mercado externo com eficiencia, qualidade, pontualidade e profissionalismo.
http://www.wwd.com/search/results/?query=Brazil&sortCriteria=date

Category: Brasil

About the Author ()

FashionSpill é o maior site de informações e dicas sobre Nova York em Português, escrito direto de Nova York. Todos os artigos são 100% originais e a maioria das fotos são feitas pela autora nos locais mencionados. O conteúdo é focado em assuntos relacionados com Nova York, como lojas, museus, restaurantes, dicas e curiosidades. “Porque nós moramos em Nova York e estamos todos os dias nas ruas, nós podemos escrever artigos e dar dicas com autoridade no assunto. Escrever para o FashionSpill é uma paixão que dividimos com voce.!" Voce pode contrar nossos serviços de tours privativos a pé com guia licenciada disponivel durante os meses de Abril a Novembro, através do email suelinyc@gmail.com informando a data de sua viagem, quantas pessoas são e qual hotel voce estará hospedado. Venha conhecer Nova York com quem conhece a cidade! O melhor tour privativo de Nova York, desenhado especialmente pela autora dos artigos de FashionSpill para voce!

Leave a Reply

Comments (3)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Olá Sueli!
    Adorei suas dicas sobre os restaurantes e comidas.Se um dia eu tiver a oportunidadede ir ate NY com certeza seguirei suas dicas.Voce me pareceu exigente e com um bom gosto.

    Até a próxima muita saúde e sucesso pra voce

  2. Mari says:

    Hi Sue!
    Mais uma vez…PARABÉNS pelo que escreveu e pelo posicionamento! Me convenço a cada dia que encontrar seu Blog foi o achado da década!! 🙂

    Bom..eu sou uma, digamos, aspirante a profissional da Moda. Digo isso pq tenho apenas 22 anos, me formei recentemente em alguns cursos que julgo essenciais para trabalhar na área – aqueles que inclusive ensinam desde mecânica de máquina de costura, passam pelo corte, conhecimento de fibras de tecido, modelagem e vão até o RH.
    Por diversas vezes sou contratada para serviços que parecem ser maiores que o que minhas pernas dão conta, e mesmo e ainda assim é que tenho que medir o que posso cumprir, até onde compensa o esforço e a satisfação do cliente e cumprimento com excelência do trabalho em primeiríssimo lugar.
    Ler isso tudo o que voce escreveu Sue é triste por um lado, mas um mega incentivo de outro! Até porque fazer com excelência faz parte do meu "eu empírico", estar sempre em busca de inovação e perfeição.
    A propósito, também estou faaaarta de pessoas que prometem e não cumprem! Sem falar daquelas mega empresas famosas que querem tudo pra ontem, de última hora e sublimam na hora do pagamento!rs.
    Não é mole não!
    Vivendo e aprendendo…

    Hugs!!

    Mari Cabral

  3. http://bluecaffe.blogspot.com says:

    Ola Mari, com certeza, existem empresas e empresas. Algumas so querem ganhar e nao valorizam ninguem nem o cliente. Temos que fazer nosso melhor sempre e quando o trabalho deixa de nos fazer feliz, e preciso mudar, procurar outro. Conheco pessoas que vao trabalhar infeliz a vida toda, com comodismo, sem garra pra arregacar as mangas e encontrar sua realizacao pessoal. Abracos sueli

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.